medicalização da vida

A vida como ela é se tornou árdua demais, a fim de suportá-la recorremos a medicalização. Vivemos uma patologização da vida psíquica, a ideia que se propaga é a de que as dores da vida devem ser eliminadas. Observa-se na sociedade contemporânea uma busca desenfreada pelo tratamento farmacológico como único modo de enfrentar as diversas manifestações da dor de viver.
A longa lista de sintomas divulgados convida a população ao autodiagnostico, e isso tem como efeito um aumento expressivo no número de pessoas que chegam aos consultórios psiquiátricos. Será que a crescente demanda nos consultórios médicos revela um aumento de casos ou um aperfeiçoamento dos métodos diagnósticos? Que buscam enquadrar nossas dores em sintomas.
O fato é que o aumento de diagnósticos de depressão e ansiedade Continuar lendo “A medicalização da dor de existir”