divã-freud-psicanálise

Mais do que uma ‘jornada pelo autoconhecimento’ com a consequente imputação de nossas limitações aos traumas passados, a psicoterapia é o reconhecimento de que eu sou responsável pela minha história.

Há um equívoco que muitas pessoas cometem sobre a psicanálise e as psicoterapias orientadas por ela: trata-se de pensar que o objetivo de uma análise é descobrir uma verdade oculta no nosso inconsciente, que supostamente determina nosso modo de ser, e que, ao descobri-la, nos libertamos de nossos sintomas. Essa crença é equivocada por várias razões, sendo a primeira delas a de que essa “catarse” não acontece necessariamente, isto é, não é porque descobrimos alguma questão inconsciente que imediatamente estamos livres dos sintomas determinados por ela. Continuar lendo “Um equívoco sobre a psicanálise”